^Voltar ao Topo

Fundo_Slide2
Fundo_Slide3
Fundo_Slide4
Fundo_Slide5
Fundo_Slide6


Loja Social

Com a emergência de novos processos de exclusão social e a persistência de fortes desigualdades sociais, subjacentes à problemática da pobreza estrutural, é premente uma política social, ativa e eficaz nas suas medidas de intervenção. São esses novos âmbitos que nos obrigam a repensar o futuro das políticas sociais e o papel das diferentes instituições no combate à exclusão social. O Município de V. N. de Famalicão promove, em articulação com os demais parceiros, medidas de âmbito social direcionadas para as populações mais carenciadas, bem como respostas sociais inovadoras e sustentáveis.
A criação de uma Loja Social tem por objetivo suprir as necessidades imediatas de famílias carenciadas, através da recolha de bens novos, ou usados em bom estado, doados por particulares ou empresas e da atribuição, inteiramente gratuita, dos mesmos. A Loja Social potencia o envolvimento da comunidade local na recolha de bens, incrementa a responsabilidade social e dinamiza o voluntariado.
Conseguimos, deste modo, afirmar V. N. de Famalicão como um concelho cada vez mais solidário, onde as práticas sociais funcionam em rede, com vista a produzir resultados sociais de Excelência.

Objetivos da Loja Social

  • Promover e contribuir para a melhoria de condições de vida dos cidadãos socialmente mais vulneráveis, através da atribuição de bens;
  • Suprir as necessidades imediatas dos cidadãos acima mencionadas, mediante a recolha de diferentes géneros, nomeadamente, alimentos, vestuário, mobiliário e eletrodomésticos, doados por particulares ou empresas;
  • Potenciar a responsabilidade cívica e comunitária dos cidadãos beneficiados, mediante o compromisso assumido dos mesmos para a integração em programas de serviço comunitário em entidades concelhias.

 

Competências da Loja Social

 

  • Garantir a eficácia da resposta social;
  • Assegurar o bem-estar dos beneficiários e o respeito pela sua dignidade, promovendo a participação de Voluntários na dinâmica da Loja Social;
  • Desenvolver o interesse e a responsabilidade dos beneficiários pelo bom funcionamento da Loja Social;
  • Definir os critérios que presidem à admissão dos beneficiários e atribuir prioridades às pessoas que se encontram social e economicamente desfavorecidas ou desprovidas de estruturas familiares de apoio;
  • Organizar um processo individual por agregado familiar candidato a beneficiário da Loja Social, contendo a identificação pessoal de cada um dos seus membros e a história social do agregado;
  • Criar uma ficha de utente onde ficarão registadas as visitas à loja, de cada agregado familiar.

Critérios de Admissão à Loja Social

  • São beneficiários da Loja Social os indivíduos que revelem vulnerabilidade económica e social, identificada e diagnosticada pelos Técnicos de Atendimento e Acompanhamento Social ou Juntas de Freguesia;
  • Os beneficiários identificados podem deslocar-se à Loja mediante entrega de ficha de sinalização, criada para o efeito;
  • Todas as saídas de bens deverão ser devidamente registadas.  

Fonte: Câmara Municipal Vila Nova Famalicão